Sensos de desamparo tendem mais a solidão de si que solidão de corpos. Multidões são encontros de corpos apenas e não amparam efetivamente.
039 – (Des)Amor, Antes de enganar-te, engano a mim mesmo, dissociação de identidade. Autor: Vicente do Prado Tolezano 02/10/2018 Tivesse a genialidade de DOSTOIÉVSKI (1821 – 1881) se limitado à criação da personagem RASKOLNIKOV, protagonista do clássico Crime e Castigo, seu assento no rol dos profundos conhecedores das sombras humanas estava garantido. O romance se […]
022 – Amor, Putaria e Tempos Líquidos Autor: Vicente do Prado Tolezano 09-11-2017 Vem de ARISTÓTELES a sábia advertência de que muita atenção se deve dar à raiz etimológica das palavras para o incremento da fineza na leitura da realidade. Neste artigo, debruçamos atenção às expressões PUTA ou PUTARIA, normalmente associadas ao sexo mediante paga, […]